Profissional controlador: qual é o seu papel em uma empresa?

Profissional controlador: qual é o seu papel em uma empresa?

A maioria das decisões no mundo corporativo para serem implementadas de forma segura devem ter por  base, necessariamente, os dados apresentados pela contabilidade. Diante dessa realidade, um profissional controlador entra em cena e faz a diferença para a organização ao reunir as informações de olho em estratégias de gestão para fomentar o negócio. 

Sabendo-se que o nível de competitividade entre as empresas é cada vez maior, o controller tem um papel preponderante, principalmente por ser a área da controladoria a detentora dos dados que permitem a orientação dos gestores na aplicação de medidas que efetivem os bons resultados, de acordo com as metas estabelecidas previamente.

E você, sabe o papel do profissional de controladoria dentro de uma corporação? É o que vamos abordar neste post. Venha conosco e fique bem informado!  

O que é o controller?  

O profissional da área de controladoria é o responsável pela compilação e análise dos dados contábeis, econômicos e financeiros, que embasarão o planejamento e o desenvolvimento das ações de curto, médio e longo prazo nas empresas. Seu principal objetivo é munir a administração de dados e informações relevantes de modo que a organização possa atingir os resultados desejados, notadamente na melhora da lucratividade e do retorno financeiro.

Trata-se, portanto, do colaborador que vai reunir, validar e ainda analisar os dados obtidos por meio da contabilidade para criar estratégias com maior índice de assertividade. 

Dessa maneira, a sua empresa bem administrada se destaca em relação à concorrência e ainda garante a perenidade do negócio. 

Qual a importância do profissional controlador?   

Seja no começo de um mês, semestre, ano ou qualquer outro período, é sempre importante o estabelecimento de objetivos e metas, tais como, projeção de faturamento, de custos, das despesas operacionais, de novos investimentos ou mesmo de redução de gastos. 

Quem é a pessoa mais indicada para tais atividades? Exatamente! O profissional de controladoria, responsável por toda a contabilidade gerencial da sua empresa. Sua atuação torna-se referência para a estabilização da gestão financeira e administrativa, evitando percalços que possam comprometer o fluxo de caixa e o orçamento projetado para um determinado período de tempo. 

Além disso, o controller poderá realizar auditorias internas para verificar possíveis pendências ou até mesmo desvios que possam influenciar negativamente no dia a dia da sua corporação — ou seja, ele contribui para manter as contas equilibradas.  

Que tarefas o controller executa?  

Além da visão estratégica sobre tomadas de decisões, o profissional de controladoria fica na incumbência do acompanhamento dos impostos vigentes e tudo que diz respeito à tributação. Para tanto, deve buscar o apoio de uma boa assessoria jurídica que o ajudará também nas questões relativas a determinadas normas e regulamentos que possam estar sob a sua responsabilidiade.

O controller desempenha ainda outras atividades, dentre elas, elabora relatórios financeiros, analisa as demonstrações contábeis, faz projeções por meio de planilhas e sistemas de gestão da empresa e usa as ferramentas de business intelligence (BI) para análise e cruzamento de dados, elementos indispensáveis a boa gestão.

Ao dar este suporte, a diretoria poderá ser mais assertiva no planejamento, na elaboração e efetiva execução do orçamento, evitando inúmeros problemas e dificuldades que geralmente atingem os empresários que costumam decidir de forma empírica e sem usar os dados econômicos e financeiros adequadamente.

Assim, podemos afirmar que o controller está nitidamente ligado com os processos de gestão, emitindo, ainda, alertas sobre possíveis interferências do mercado em sua empresa — ou seja, ele reforça a antecipação de tendências e a projeção de novas possibilidades ao seu negócio. 

Que habilidades o gerente de controladoria deve ter?       

Por ser uma área muito abrangente no uso de dados e produção de informações nas organizações, o responsável pela controladoria deve contar com vasta experiência em contabilidade, administração e finanças. É recomendável ainda que tenha bons conhecimentos de estatística, matemática financeira, uso de sistemas, planilhas e ferramentas de business intelligence (BI), além de recursos de apresentação (PowerPoint ou similares) e uma excelente comunicação escrita e oral. 

Afinal, ele deverá ser bem claro e objetivo na apresentação dos dados e informações, simplificando o entendimento para outros integrantes da equipe, inclusive os diretores ou membros do conselho administração.

Destaque-se ainda que vale a pena sempre optar por profissionais que contam com pós-graduação na área, MBA, experiência em grandes empresas, além de proficiência em uma segunda língua, preferencialmente o inglês. 

Ao escolher um bom profissional controlador, certamente a sua corporação terá boa saúde financeira, se manterá na vanguarda do mercado, ampliando não só a produtividade como a lucratividade

E aí, gostou do nosso post? Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui o seu comentário e participe do debate conosco!      


Advogado, contador, matemático, auditor e perito contábil. Professor, Especialista em Direito Empresarial, Administração Financeira e Matemática Aplicada. Mestre em Administração de Empresas. Presidente do Grupo Fortes de Serviços.

Compartilhe

Posts Relacionados

Receba novidades por e-mail